Melasma na Gravidez: O que é, Causa e Tratamento.

As mulheres sempre estão em constante mudança quando o assunto é hormônio. Todos os meses, nós passamos por situações muito delicadas que acaba alterando nossa produção hormonal, o que resulta na famosa TPM (Temperamento Pré-Menstrual).

Durante a gravidez não é diferente. Os hormônios acabam se multiplicando quando você se encontra gerando um bebê, por essa causa os enjoos, sensibilidade, desejos e descontrole da imunidade aparecem. E com todos esses fatores, a pele acaba mostrando a causa desse desequilíbrio em algumas mulheres, e não é da forma mais agradável.

Essa forma da pele demonstrar a mudança hormonal durante a gestação resulta em manchas mais escuras na região da virilha, barriga e, principalmente, no rosto da mãe.

Infelizmente, o melasma não é algo muito fácil de sair da pele da mulher, o que pode ser a causa da diminuição da autoestima e da disposição.

O que exatamente causa os melasma durante a gravidez? 

A gravidez faz os hormônios se alterarem, o que é responsável pelo descontrole emocional e pela alteração das células e pigmentação em determinados pontos da pele, o que acaba resultando nos melasmas que costumam aparecer na região da testa, maças do rosto, queixo e nariz.

Felizmente, assim que o bebê nasce, os melasmas no rosto da mãe sempre clareiam até sumir assim como a famosa linha que surge no centro da barriga também. Porém, a casos de mães que tiveram o melasma gestacional, mas a pele não voltou a ser a mesma e as manchas continuaram presentes mesmo depois de meses do parto. Isso depende muito de mulher para mulher, algumas tem mais facilidade para lidar com esse tipo de pigmentação hormonal causada pela concentração de melanina em certa região, mas outras já possuem uma grande dificuldade.

O melasma gestacional pode surgir logo nos primeiros meses, por causa do uso de anticoncepcional antes de resolver engravidar e o efeito do remédio ainda estar ativo no período que você resolveu ter o bebê. Por esse motivo alguns melasmas acabam não desaparecendo após o nascimento do bebê

Veja também:

O melasma pode ter algo a ver com o bebê? Pode prejudicá-lo?

De maneira alguma. O melasma é apenas uma concentração da melanina causada por hormônios estrogênicos que possuímos durante a gravidez ou causados pelo uso de anticoncepcionais, ele é totalmente inofensivo para o bebê e muito menos pode causar complicações em sua gravidez. Esse fator está dentro das divergências que a gravidez pode causar na aparência e no emocional da mãe.

Então, pode ficar tranquila se caso aparecer alguma manchinha em seu rosto e começar a escurecer conforme os meses forem chegando, é apenas questão hormonal. Seu bebê permanecerá saudável e cheio de saúde para chegar a este mundo!

É normal a linha da barriga escurecer bastante?

A famosa linha de centro que aparece logo nos primeiros meses de gestação chama-se linha nigra. Ela está associada ao aumento de estrogênio, a mesma causa que resulta nos melasmas do rosto. Ou seja, essa linha escurece simplesmente por causa do melasmar, por obter uma maior quantidade de malina após o desenvolvimento do bebê dentro do útero e por ela se ampliar conforme a barriga for crescendo.

Pode ficar tranquila mamãe, pois essa linha é supernormal de escurecer durante sua gravidez, e ela é a única que damos certeza que desaparecerá assim após os primeiros dias de nascimento do seu pequeno. Os únicos casos que ela não desaparecem são de pessoas que já nasceram com ela, o que pode ocorrer normalmente.

O sol pode piorar os meus melasmas?

Se seu objetivo é se livrar das manchinhas escuras, o sol se torna seu principal inimigo!

Por ele poder bronzear a pele e ativar a pigmentação da nossa melanina, automaticamente os melasmas costumam ficar mais escuros pela sua alta concentração de melanina e pela ajuda dos raios de sol.

Nunca saia sem seu protetor facial e algum tipo de boné ou chapéu, se quiser, para se prevenir de ser vítima dos raios solares e acabar piorando a coloração das suas novas amiguinhas durante sua gravidez. E de preferência, apenas aplica o protetor na região onde os melasmas estão localizados.

Dessa forma, o rosto pode pegar um bronzeado sem afetar muito a coloração das manchinhas.

Como posso tratar o melasma?

O melasma é tratado a base de ácidos que ajudam a diminuir a melanina concentrada e suavizar a mancha do rosto. Infelizmente, elas não podem ser 100% retiradas com o tratamento, mas sua melhoria é garantida e elas ficam quase inexistentes no rosto se seguir o tratamento certinho.

Os ácidos indicados para o tratamento são retinóico, tretinóina, glicoíco, azelaico e adapameno. Eles ajudam a quebrar essas partículas de melanina em acesso e fazê-las se espalhar mais uniformemente pelo rosto, causando a suavidade na pele. Porém, eles não podem ser utilizados durante a gestação, pois não podem fazer muito bem para o organismo da mãe, o que automaticamente podem afetar o bebê.

Mas, não se preocupe se quiser tratar o melasma ainda durante a gravidez. Para isso, existe um ácido comprovado e livre de riscos chamado azelaico, ele é totalmente liberado para tratar essas manchinhas tão inconvenientes ainda durante a gestação.

Posso mudar minha alimentação para auxiliar no tratamento do melasma?

Se você estiver tratando das machinhas com o azelaico e quer acelerar os resultados, você pode aumentar ou incluir o consumo de alguns alimentos em sua dieta gestacional.

Consumir alimentos como verduras escuras, grãos, nozes, sementes e ervas nas refeições vão te ajudar bastante a combater as manchinhas e a quebrar o acumulo de melanina. Esses alimentos são ricos em vitaminas e são antioxidantes, o que ajuda na limpeza da pele e do organismo também, automaticamente ajudando no controle hormonal e prevenindo a piora dos melasmas na sua pele.

Entretanto, aconselhamos que entre em contato com seu nutricionista e ouça o que ele tem a dizer sobre o assunto, com certeza ele te dará esclarecimentos mais precisos e até mais dicas sobre o assunto.

WhatsApp chat