Curiosidades sobre a Gravidez

Todos nós sabemos que a gravidez é o momento mais especial da vida de todas as mulheres. Mas, você já parou para pensar o que ocorre durante esses nova meses de experiências novas?

Muitas pessoas só sabem sobre as fases de enjoos e mal-estar, sobre a ganha de peso, mudanças de humor, e que o banheiro se tonar o melhor amigo das mulheres nesse período. Agora, o motivo para todos esses acontecimentos você com certeza não deve saber ao certo.

Preparamos este artigo para que você possa se conhecer mais e saber lidar com seu corpo durante essa nova fase. A gestação traz consigo várias mudanças, algumas até radicais, para o corpo, mente e órgãos, e nós vamos te explicar o motivo de cada acontecimento no seu corpo durante a gravidez.

Preparada para se descobrir, futura mamãe? Então, permaneça aqui conosco e acompanhe os tópicos abaixo.

Por que sinto mal-estar durante a gravidez?

Vamos começar esse artigo falando sobre aquela típica canseira e aquele desanimo repentino que chegam gradativamente conforme os dias passam. Sabemos que a preguiça e desanimo são comuns na vida do ser humano, mas, gozadamente a gravidez faz esses dois fatores se intensificarem duas vezes mais. E, por que isso acontece?

Primeiro de tudo, precisamos entender que a gravidez é um período constante de mudanças e preparação hormonal e corporal também, pode haver várias alterações nos seus checapes matinal quando for fazer o exame de rotina.

Os vasos sanguíneos podem se dilatar e aumentar de tamanho conforme útero vai se ampliando dentro da barriga, elevando os vasos e causando uma pequena pressão sob e sobre eles. Isso ocorre pelo fato do útero estar se preparando para confortar o embrião e futuro bebê da melhor maneira, causando um desconforto nada agradável a mãe assim que o bebê já possui um tamanho semelhante à de uma uva.

Sua respiração com certeza vai mudar. O fato de ter um ser vivo dentro da sua barriga faz com que seu organismo entenda que precisa ampliar a produção de oxigênio, trazendo uma hiperventilação para conseguir levar oxigênio para você e seu bebê. Esse fato também traz um mal-estar muito desagradável a mamãe.

Esses dois acontecimentos é algo supernormal durante a gestação. Então, para te ajudar a lidar com essas situações, aconselhamos que tente manter a calma e se acostumar com essas nova sensações, conforme o corpo for se acostumando com a presença do bebê automaticamente você vai se sentir bem melhor.

O que causa os enjoos e azias?

Todos os seres vivos possuem células de defesa no corpo. Elas servem para combater contra invasores como vírus e bactérias que possuem agentes malignos para nosso organismo, essas células lutam contra esses invasores o que acaba causando o descontrole da imunidade.

Como o feto é um novo hospedeiro no corpo da mulher, o sistema de defesa do corpo irá tentar lutar contra pala tentar expeli-lo o mais rápido possível. Enquanto essa “luta” acontece, o corpo também começa a produzir um hormônio chamado HCG, o qual é responsável pelo desenvolvimento da gravidez.

Quando esse hormônio está em grande escala, ele acaba afetando uma área do cérebro chamada prostema, responsável pelo controle de enjoos e náuseas sendo ativado assim que detecta alguma toxina no organismo.

No caso da primeira gravidez, o sistema imunológico acaba ficando um pouco descontrolado e essa área do cérebro se torna ativa até o quarto mês de gestação, onde o organismo já se acostumou com a presença do bebê e as células de defesa não entram mais em ação.

O motivo da causa das azias é quase parecido com o enjoo. O HCG é ativado assim que o zigoto é formado dentro do útero, esse hormônio é responsável, também, pelo fechamento de uma válvula que separa o estômago do esôfago, se abrindo para o alimento passar até o estômago e se fechando logo após. Como o HCG está em grande escala, há uma pequena “folga” nessa válvula deixando a passagem liberada após o alimento passar para o estômago. Como o útero está dilatado e essa válvula está ampliada, o suco gástrico produzido pelo estômago acaba passando para o esôfago causando a sensação de queimação e ardência, podendo até atingir o início da garganta em alguns momentos.

Para controlar os enjoos e azias, beba bastante água para manter o estômago hidratado e diminuir a acidez do suco gástrico. O chá caseiro de gengibre também é um ótimo amigo para cortar de vez a azia e enjoos.

Seu preparo é basicamente ferver alguns pedaços do gengibre na água, esperar por 10 minutinhos, desligue o fogo e deixa apurar por alguns minutos. Beba ele ainda quente para que seu efeito seja mais eficaz.

Agora que você já sabe sobre alguns fatores que deixam todas as gravidas de primeira-viagem de cabelos em pé, vamos saber algumas curiosidades muito interessantes e que quase ninguém te informa quando ocorre uma gravidez.

1 – O útero aumenta 500 vezes o seu tamanho normal!

Pois é, que curiosidade surpreendente, não é mesmo?! Como o bebê está se desenvolvendo e crescendo, o útero possui essa capacidade de se expandir várias vezes o seu tamanho normal. Por essa razão muitas mamães levam sustos ao confundir as cólicas causadas por essa expansão achando que são contrações ou algo de errado com o bebê. Agora, imagina o tamanho de uma laranja se multiplicar tendo ao ponto de chegar no tamanho de uma melancia bem grande e redonda? É basicamente por essa mágica que seu útero passa.

2 – A pele muda de tonalidade em determinadas áreas do corpo

Se caso você perceber que sua virilha, axila, embaixo do queixo ou a área do umbigo estão ficando escuras, não se desespere, ok? Isso é um ocorrido muito comum durante a gravidez pelo fato da produção de melanina estar ativa nessas regiões mais aquecidas e escondidas. Geralmente a tonalidade volta após o nascimento do pequeno.

3 – Os bebês ouvem e sentem sabores ainda no útero!

Pois é, seu pequeno já pode ouvir sobre o assunto de passear na sua lanchonete favorita e sentir o gosto daquele lanche delicioso assim que você o ingerir. Parece mentira, mas isso é real!

Isso é possível pelo fato da audição e paladar serem os primeiros sentidos que o bebê possui durante seu desenvolvimento. Como ele está ligado a mãe pelo cordão umbilical, todos os gostos são sentidos por ele.

4 – Os bebês “fazem xixi” ainda no útero!

Até a 16ª semana, o “xixi” do embrião fica solto e é chamado de líquido amniótico possuindo uma coloração transparentes, e ele é muito essencial para o bom desenvolvimento do feto até o amadurecimento dos rins. E quando isso ocorre, o bebê já consegue urinar por si só, absorvendo o liquido como forma de alimento.

5 – Um novo órgão?

A tão famosa placenta querendo ou não, ela acaba sendo considerada um órgão durante a gravidez. Ela é responsável pela indução de oxigênio e sangue para o bebê, filtrando todos os nutrientes e protegendo o bebê de todos os agentes de defesa que ainda podem agir contra ele na dedução de ser um invasor.

WhatsApp chat